Ministério do Turismo, Governo de Minas Gerais e Fundação Clóvis Salgado apresentam

Tempo de ser criança!

Venha conhecer as aventuras de Nana e Nilo, irmãos gêmeos que viajam no tempo em companhia de uma sábia árvore e um pássaro falante. Assista “Nana & Nilo e o Tempo de Brincar”!

Ficha técnica:
Filme: Nana & Nilo e o Tempo de Brincar
Local: Brasil
Ano: 2016
Duração: 14 minutos
Roteiro: Renato Noguera
Direção, storyboard e edição de vídeo: Sandro Lopes
Direção de arte: Cris Pereira
Criação e direção musical: Augusto Bapt
Produção: Vilma Neres
Design de personagem: Cris Pereira e Sandro Lopes
Layout de cenário: Marco Ribeiro
Pintura de cenário: Alexandre Madeira, Cris Pereira e Renan Alves
Animação: Leandro Avelino, Rafael Pah e Sandro Lopes
Trilha sonora: Augusto Bapt e Tuninho Villas
Dubladores: Fernanda Ribeiro, Flávia Silva, Iléa Ferraz, Larissa Soares, Léo da Paz, Mariana Vaz e Renato Noguera

 

Curiosidades:

O filme que você assistiu tem como protagonistas (ou personagens principais) os irmãos gêmeos Nana e Nilo. Eles são crianças brasileiras, negras, muito curiosas, que viajam para vários lugares e tempos diferentes, vivendo aventuras em que conhecem mais sobre suas raízes e seus ancestrais, como antigas civilizações africanas e afro-brasileiras. 

Esse curta-metragem faz parte de um projeto maior, que começou com uma coleção de livros escritos por Renato Noguera, ilustrados por Sandro Lopes, e se tornou uma série animada. Além deles, a equipe também conta com Cristiane Pereira, designer e ilustradora. Sandro Lopes, ilustrador, animador, diretor e ativista negro, infelizmente faleceu recentemente (08/05/1979 – 01/04/2021) e gostaríamos de deixar aqui nossa homenagem por seu importante trabalho.

Imagem: Divulgação.

Atividade:

Nessa história, Nana e Nilo, com a ajuda de outros personagens, investigam por que as crianças próximas a eles não estavam querendo mais brincar. Para descobrir, eles precisam voltar no tempo. Ao acompanhar essa aventura, conhecemos várias palavras diferentes, sendo algumas delas nomes de lugares e personagens que realmente existiram, como Quilombo dos Palmares, Ganga Zumba e Dandara, além das palavras mocambos e baobá. Você sabe o que cada uma dessas palavras significa? Ouviu mais algum termo novo enquanto assistia ao curta? Peça a ajuda de um adulto para pesquisar e conhecê-las!

Ilustração: Naiara Rocha.

Para refletir:

No filme, as árvores Mulemba, Baobá e Iroco são responsáveis por controlar o tempo. Mulemba nos fala que o tempo é feito de várias partes diferentes, como o tempo de nascer, de brincar, de dormir e de sonhar. A infância, que é quando somos crianças, é um tempo especial, feito de vários outros tempos, como o tempo de brincar, de sonhar e de aprender. Já Baobá nos conta que o tempo é uma “rede” e que o passado e o presente estão ligados. O desinteresse por brincar, que Nana e Nilo percebem nas crianças do presente, foi causado por uma mudança no passado, quando Iroco, a árvore do tempo, teve seus galhos cortados.

A lição que Baobá nos deixa é muito valiosa. Assim como o passado interfere no presente, o presente altera o futuro e daí a importância de se viver “cada coisa em seu tempo” e da melhor forma possível. A infância é uma etapa preciosa, que deve ser vivida intensamente, com muita diversão e aprendizado. O brincar, inclusive, é um dos vários direitos das crianças, como já comentamos em outra publicação do Cineminha On-line. Aqui também já mostramos algumas brincadeiras legais, como a de criar personagens diferentes usando a própria voz, ensinamos a construir brinquedos, como o telefone de lata, e refletimos sobre várias coisas, como meninas e meninos poderem brincar do que quiser. Você se lembra?   

Agora que sabe sobre a importância da infância, é só aproveitar bastante a sua, pois ser criança é muito bom!

 

Referências:

O protagonismo negro na animação. Estúdio Móvel. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=IFroEcYMp1M&t=5s> Acesso em: Set. 2021.

PEREIRA, Rafaela. Nana & Nilo: um resgate literário e filosófico. Disponível em: <http://www.letras.ufmg.br/literafro/resenhas/infanto-juvenil/37-renato-noguera-nana-e-nilo> Acesso em: Set. 2021.

 

Sobre as autoras:

Ana Luiza Emerich é licenciada em Artes Visuais, mestra em Artes, professora da Rede Estadual de Ensino, professora e mediadora na Escola de Artes Visuais do Cefart – FCS.

Naiara Rocha é bacharel e licenciada em Artes Visuais, graduada em Pedagogia, professora da Rede Municipal de Educação/BH, mediadora e professora na Escola de Artes Visuais e na Escola de Tecnologia da Cena do Cefart – FCS.

 
Skip to content